Radar Guaíra - Sua fonte de notícias na cidade de Guaíra PR.

Segunda-feira, 22 de Julho de 2024

Policial

Jacarézinho: Acusado de matar companheira, filho recém-nascido e enteada vai à júri popular

acusado

Radar Guaíra
Por Radar Guaíra
/ 2 acessos
Jacarézinho: Acusado de matar companheira, filho recém-nascido e enteada vai à júri popular
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O caso aconteceu em Jacarezinho, no norte do Paraná, em maio deste ano; de acordo com o Ministério Público do Paraná, os crimes aconteceram por ciúmes da vítima.

Um homem acusado de matar a companheira, o próprio filho recém-nascido e a enteada, de 4 anos, em Jacarezinho, no norte do Paraná, deve ir à júri popular. 

Os crimes aconteceram em 17 de maio deste ano.  Segundo a denúncia apresentada pela 3ª Promotoria de Justiça de Jacarezinho, do Ministério Público do Paraná, as vítimas foram mortas com extrema violência. 

Leia Também:

A  companheira, por golpe de arma branca na região do pescoço e as crianças, asfixiadas. 

Os corpos foram encontrados alguns dias depois, na residência da mulher, amontoados em cima de colchões, enrolados em panos e lençóis. 

Ainda de acordo com o MPpR, o motivo alegado para o feminicídio foi ciúmes da companheira. 

Já a enteada teria sido morta por ter presenciado a morte da mãe. 

Além disso, após os crimes, o homem vendeu um celular e um botijão de gás da vítima, o que foi registrado por câmeras de monitoramento da região.

Ele foi detido e confessou tudo para a polícia.  Desde então, ele está preso preventivamente. 

O homem deve responder por triplo homicídio com quatro qualificadoras. 

A decisão da pronúncia, que leva o réu ao julgamento no Tribunal do Júri, ainda cabe recurso. 

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )