Radar Guaíra - Sua fonte de notícias na cidade de Guaíra PR.

Segunda-feira, 17 de Junho de 2024

Policial

PM morre com tiro no rosto durante atendimento de caso de violência doméstica no Paraná

Evandro Augusto Reolon de 35 anos

Radar Guaíra
Por Radar Guaíra
/ 5 acessos
PM morre com tiro no rosto durante atendimento de caso de violência doméstica no Paraná
Imagem Divulgação PM
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Homem que efetuou os disparos ainda baleou a companheira e na sequência tirou a própria vida.

O policial Militar, Evandro Augusto Reolon de 35 anos, morreu ao ser atingido com um tiro no rosto durante atendimento de caso de violência doméstica, no Oeste do Paraná.

O caso foi registrado entre a madrugada e manhã de terça-feira (15) em imóvel localizado no cruzamento da Rua Pará com a Avenida São Paulo, no bairro Cidade Alta em Santa Helena.

Leia Também:

Durante o atendimento, o idoso de aproximadamente 80 anos teria se exaltado e tentado agredir a companheira, quando o policial entrou na casa para intervir na situação e foi atingido por um disparo de arma de fogo.

Segundo a Polícia Militar, o idoso já tinha a arma e passagens no setor policial.

Na sequência, o homem ainda efetuou dois disparos contra a mulher, causando ferimentos no braço, e em seguida, tirou a própria vida.

Equipes do SAMU foram acionadas no local, mas apenas puderam constatar o óbito do Soldado Evandro Reolon. 

A mulher recebeu atendimento dos socorristas e foi encaminhada ao Hospital Beneficente Moacir Micheletto. 

A área foi isolada e diversas viaturas foram acionadas para o local.

Em nota a Polícia Militar do 19° Batalhão da Polícia Militar falou sobre o ocorrido e se solidarizou a amigos e familiares.

"A Polícia Militar do Estado do Paraná informa o falecimento de policial militar pertencente ao 19ºBPM, o qual ocorreu durante atendimento de ocorrência com natureza de Violência Doméstica, no município de Santa Helena. 

O Soldado Evandro Augusto Reolon foi atingido por disparo de arma de fogo na região de face pelo autor do fato, que cometeu suicídio logo após o ocorrido. 

A PMPR externa, desde já, suas condolências aos familiares e amigos do policial militar vitimado e informa que prestará todo o apoio necessário aos familiares do militar estadual."

O policial Evandro Augusto Reolon deixa esposa e filho de seis anos.

FONTE/CRÉDITOS: Redação Catve.com com Correio do Lago
Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )